PY2GEA
Grêmio de Radioamadores da Rodada Encontro de Amigos

Uso da Camisinha

A camisinha, nos tempos modernos, é um verdadeiro salva-vidas. Com ela podem ser evitadas várias doenças como aids, gonorréia, sífilis, herpes genital, condiloma, hepatite B, hepatite C, além de poder ser usada como método contraceptivo. Por isso, temos de conhecê-la melhor para que não tenhamos dúvidas sobre como usá-la. Aqui estão algumas informações gerais:
O preservativo deve ser de um tipo de borracha chamado látex;
Preste atenção na data da fabricação. Como todo produto, ele também tem um prazo de validade;
Guarde-o num lugar adequado; não o coloque no sol, não o deixe no porta-luvas do carro nos dias quentes e nem o deixe guardado por muito tempo numa carteira;
A maioria das camisinhas já vem lubrificadas. Se for necessário lubrificá-las ainda mais, nunca use produtos oleosos como vaselina. Use produtos à base de água (geléias espermicidas ou leite de aveia);
A camisinha é de uso único: nunca deve ser reutilizada. Nada de lavá-la para usá-la na próxima relação sexual! Por exemplo, se você tiver três relações sexuais, você deve usar três camisinhas.
Agora saiba como se coloca o preservativo. Lembre-se, a mulher também deve aprender, já que muitos homens preferem que seja ela que coloque a camisinha.
Sempre se coloca a camisinha com o pênis em ereção;
Cuidado ao retirá-la da embalagem, para que não se rasgue no contato com unhas ou anéis;
Quando colocada, a camisinha deve estar enrolada para o lado de fora;
Aperte a ponta da camisinha enquanto a coloca, para que não se forme uma bolha de ar; do contrário, a camisinha pode estourar;
Desenrole a camisinha até chegar perto dos pêlos na base do pênis.
Logo após a ejaculação, segure o preservativo na base e retire o pênis o mais rápido possível. Na maioria das vezes, o uso da camisinha falha por não ser retirada a tempo.

Obs.: Este texto foi extraído de pesquisas na internet. O original se encontra arquivado

Volta PY2GEA Volta Saúde