PY2GEA
Grêmio de Radioamadores da Rodada Encontro de Amigos

Saiba Mais Sobre Oleosidade da Pele

A oleosidade da pele é uma alteração freqüente, que muitas vezes faz com que a pessoa lave o rosto várias vezes ao dia, use lenços umedecidos e sempre busque formas de controlar o brilho e a oleosidade da pele. No caso das mulheres, muitas vezes, elas tentam usar maquiagem para escondê-lo ou até mesmo para fazer com que o brilho "desapareça" por mais tempo. Vamos falar um pouco sobre isso.
Todos nós possuímos gordura na superfície da pele. Mas para que ela serve?
A gordura presente na superfície da pele é importante para a manutenção da sua saúde, pois evita a perda excessiva de água, diminui o atrito com o meio externo e mantém a hidratação. O sebo atua também como protetor contra fungos e bactérias e ainda tem função importante na produção de vitamina D.

O que é a seborréia?
A oleosidade vem do sebo, que é produzido por glândulas presentes na pele – as glândulas sebáceas. Quando essa produção é exagerada, surge a seborréia. A seborréia causa um brilho excessivo na pele, com dilatação dos poros e uma maior aspereza da pele ao toque.

Em certas épocas, a pele está mais oleosa. Por quê?
Existem fatores que influenciam na maior produção de sebo: os estímulos hormonais durante a puberdade e logo após o nascimento, as alterações hormonais – especialmente nas mulheres com ovários policísticos – ou simplesmente um aumento da temperatura da pele.
Por que a seborréia ocorre com mais freqüência em algumas partes do corpo?
As glândulas sebáceas estão distribuídas de forma irregular na nossa pele. Na face, no couro cabeludo e na porção superior das costas, por exemplo, estão em maior número. Isto explica a maior freqüência da seborréia nestes locais.

A seborréia pode ser o indício de alguma doença?
Na maioria das pessoas, a seborréia não está associada a qualquer doença, sendo apenas uma característica individual, ou seja, natural da pessoa. O aumento do sebo na pele, entretanto, facilita o aparecimento de alterações como a acne, a dermatite seborreica, a caspa e os cistos. É importante sabermos que a primeira manifestação da acne é o aumento da oleosidade da pele.

Como é possível combater a oleosidade?

Além de limpar a pele e controlar a oleosidade com produtos específicos, as pessoas com pele oleosa devem evitar usar qualquer substância que poderá agravar ainda mais a situação, como cremes, maquiagem e protetores solares impróprios para seu tipo de pele. Elas devem buscar produtos específicos para pele oleosa ou com termos como "oil free" no rótulo; ou, ainda, em gel e loções não gordurosas, porque o uso incorreto de produtos pode levar à piora da oleosidade, à acne (com aparecimento de cravos e espinhas) e à maior formação de cistos.
O ideal é procurar um dermatologista para lhe orientar quanto ao uso desses produtos, pesquisar possíveis causas para a oleosidade e estabelecer uma rotina de higiene e tratamento da pele que diminua seu excesso.

Obs.: Este texto foi extraído de pesquisas na internet. O original se encontra arquivado

Volta PY2GEA Volta Saúde