PY2GEA
Grêmio de Radioamadores da Rodada Encontro de Amigos

Micoses Superficiais: Previna-se

O verão chegou e com ele vem a vontade de praticar esportes, de sair, de ir à piscina e à praia. É nessa época também que os problemas com micoses de pele aumentam, pois seus causadores, os fungos, se proliferam com a umidade e o calor, embora possam se instalar no corpo durante todo o ano.
Outros fatores influenciam no surgimento das micoses neste período:

Na semana passada, apresentamos informações gerais sobre micoses. Agora vamos passar algumas dicas para evitar o surgimento destas micoses:

Quando você notar problemas como coceira, pequenas vesículas nas bordas dos pés ou nos espaços entre os dedos, descamação da pele, ou qualquer outra reação, procure orientação médica.
Uma vez que o seu ele faça o diagnóstico da micose de pele, o
tratamento é fácil. Os medicamentos antimicóticos são bem tolerados e quase sempre eficazes.
Esta coluna foi escrita pelo pediatra Cláudio Lavareda Santos

Conheça as Micoses Mais Comuns

O verão está chegando! É nessa época que a incidência de micoses de pele aumenta, devido ao calor e à umidade maiores, que favorecem a proliferação dos fungos. Vamos conhecer alguns dos fungos causadores, as micoses relacionadas e as ações na nossa pele.
Tinea da pele (micose de pele) – causada em geral pelo contato íntimo com portadores ou animais, aparece nas porções da pele onde não há pêlos. Pode ter o aspecto bolhoso, arredondado ou em placas. Em geral, apresenta uma coloração vermelha e é sobrelevada.
Tinea pedis (frieira) – causada por fungos que se desenvolvem mais facilmente pelo uso de sapatos fechados por longos períodos, por excesso de umidade ou por alterações da pele dos pés. A pele entre os dedos dos pés fica descamada, às vezes com cortes e coceira de intensidade variável.
Pitiríase versicolor (micose de praia) – causada por um fungo que se prolifera melhor em ambientes quentes e úmidos, e em pessoas predispostas. Apresenta-se sob a forma de manchas, normalmente brancas, mas que podem também ser de coloração variável, por isso o nome "versicolor". Essas manchas geralmente localizam-se no pescoço, no tórax, nas costas e nos braços, e apresentam uma descamação fina.
Tinea crural (micose de virilha) – causada por fungos que se proliferam normalmente na virilha das pessoas que ficam durante períodos prolongados com roupas úmidas (roupas de banho e ginástica). Comum nos homens e rara entre mulheres, esta micose coça bastante. Normalmente, no início, apresenta coloração vermelha e depois vai escurecendo.

Aqui vão algumas dicas de prevenção:

Após o banho, seque cuidadosamente todo o corpo, principalmente entre os dedos dos pés; use sempre chinelos de borracha ao freqüentar banheiros e chuveiros públicos; prefira roupas íntimas de algodão ou de tecido que facilite a transpiração; evite usar toalhas e roupas de banho emprestados; evite usar sapatos fechados por tempo prolongado.
Estas são apenas recomendações rápidas. Havendo dúvidas, consulte seu médico. Em breve estaremos novamente abordando este tema, apresentando mais dicas de prevenção, considerando a forte proliferação de micoses durante o verão.

Obs.: Este texto foi extraído de pesquisas na internet. O original se encontra arquivado

Volta PY2GEA Volta Saúde