PY2GEA
Grêmio de Radioamadores da Rodada Encontro de Amigos

Febre Amarela

Temos presenciado, nos últimos tempos, o aparecimento de doenças que até agora pareciam estar sob controle. Uma delas é a febre amarela, que tem se disseminado pelo Estado de Minas Gerais. Vamos falar sobre suas causas e modos de prevenção.

O que é a febre amarela?
É uma doença infecciosa aguda, viral, de aparecimento súbito e curta duração. Pode ser de dois tipos: febre amarela urbana ou febre amarela silvestre.

Qual a diferença entre a febre amarela urbana e a silvestre?
A febre amarela urbana é transmitida de homem para homem por mosquitos do gênero Aedes, na maior parte dos casos pelo Aedes egypti, o mesmo transmissor da dengue. Isso sugere que, talvez, o aparecimento de casos de febre amarela esteja relacionado à atual epidemia de dengue.
Na febre amarela silvestre, o vírus se mantém na natureza circulando em ambiente selvagem, transmitindo-se entre os macacos pela picada de mosquitos zoófilos (Sabethes ou Haemagogus). Se uma pessoa penetra nesse ecossistema e é picado por tais mosquitos, ocorre a transmissão da forma selvagem da doença.
No Brasil, a febre amarela urbana estava erradicada desde 1942, quando foi registrado o último caso no Acre. Atualmente, surgiram casos em Minas Gerais. A febre amarela silvestre ocorre desde 1934 nas regiões Norte e Centro-Oeste. A maior incidência da doença é verificada nos meses de janeiro a abril, no período das chuvas, quando aumenta a quantidade de mosquitos.

Quais são os sintomas da febre amarela?

Aparecimento de febre, calafrios, dor nas articulações, prostração, náuseas e vômitos são os sintomas mais freqüentes da febre amarela. Em suas formas fulminantes, a doença compromete o fígado e os rins, além de provocar manifestações hemorrágicas, que podem causar a morte se não houver tratamento imediato.

Como é feito o tratamento da febre amarela?
Não há tratamento específico para a febre amarela. Faz-se apenas o tratamento dos sintomas.

Como é possível se prevenir contra a febre amarela?

A imunidade é obtida mediante a aplicação de dose única da vacina específica. A vacina deve ser renovada a cada 10 anos.

Como a população pode ajudar a prevenir a febre amarela?
No caso da febre amarela urbana, as ações devem ser as mesmas citadas em um de nossos artigos anteriores (sobre a dengue), uma vez que o mosquito transmissor é o mesmo:

  1. Vire as garrafas vazias e recipientes de boca para baixo para não acumular água;

  2. Mantenha os pneus em locais cobertos, onde não tomem chuva nem acumulem água;

  3. Não deixe ao ar livre nenhum objeto que possa acumular água;

  4. Coloque areia em todos os vasos ou plantas como xaxins e plantas aquáticas;

  5. Mantenha as caixas d’água sempre bem tampadas;

  6. Latas, vidros, plásticos e até pequenas tampinhas devem ser jogadas no lixo;

  7. Se você cria algum animal, troque com freqüência a água do bebedouro.

  8. No caso da febre amarela silvestre, a opção é tomar a vacina. De fato, para pessoas que vão para as regiões

  9. brasileiras onde a febre amarela silvestre está presente (Norte e Centro-Oeste), a vacinação é bastante recomendável.

    Obs.: Este texto foi extraído de pesquisas na internet. O original se encontra arquivado

Volta PY2GEA Volta Saúde